Risk Management

A obra começa por enfatizar a importância do risk management como componente essencial da moderna informação de gestão, no contexto dos princípios e práticas de desenvolvimento sustentável.

risk management

Risk Management – Gestão Relato e Auditoria dos Riscos do Negócio

I. A Informação Financeira e os Riscos do Negócio

II. Os Riscos do Negócio na Evolução Normativa da Informação Financeira e de Gestão

III. Risk Management: O Processo de Identificação, Avaliação e Informação dos Riscos do Negócio

IV. Risk Management: A Articulação com o Planeamento Estratégico e a Contabilidade de Gestão

V. Auditoria dos Riscos do Negócio

VI. Conclusões Gerais

Anexo 1: Glossários

Anexo 2: Enquadramento Normativo

Anexo 3: Quem é Quem

Anexo 4: Bibliografia

Prefácio

Muito embora noutros países, desaignadamente nos EUA, esta matéria tenha vindo a ser objecto de estudo e de aplicação prática desde a segunda metade do século passado, só recentemente é que a informação dos riscos do negócio e o seu controlo e relato têm vindo a constituir, com maior abrangência, um tema nuclear nos modernos princípios de gestão empresarial. Com efeito, as permanentes mutações paramétricas no comportamento racional e irracional que envolvem os negócios empresariais, o aumento da consciência ambiental na sua articulação com o desenvolvimento sustentável e o progressivo acréscimo de responsabilidades das empresas e dos membros dos seus órgãos de gestão, vêm confirmando as insuficiências dos tradicionais princípios de gestão empresarial. Assim sendo, os gestores estão cada vez mais conscientes da necessidade de terem ao seu dispor meios que os ajudem no processo de tomada de decisões, constituindo o risk management um dos elementos mais relevantes nos modernos princípios de gestão empresarial.

A obra começa por enfatizar a importância do risk management como componente essencial da moderna informação de gestão, no contexto dos princípios e práticas de desenvolvimento sustentável. De seguida alerta-nos para múltiplos factores que têm concorrido para que esta temática não tenha sido uma preocupação nuclear da informação de gestão, a que não têm sido alheias as práticas contabilísticas conservadoras, a relutância dos revisores/auditores em se envolverem na análise e na avaliação dos riscos do negócio e a indisponibilidade dos gestores para abordarem e divulgarem elementos sobre esta matéria. Escrutinados os riscos inerentes ao desenvolvimento do negócio, passa a descrever o processo de identificação, avaliação e informação desses riscos, indicando os procedimentos relativos à definição de medidas concretas a introduzir para combater e controlar os riscos inerentes que excedam o grau de tolerância compatível com os limites de apetência de cada empresa. Para depois realçar que a eficácia e credibilidade de um processo de risk management implica uma articulação muito forte com os sistemas de planeamento estratégico e de contabilidade de gestão.

Por fim, demonstra que o processo de risk management tem todas as condições para ser auditado, tendo em conta a evolução que tem vindo a ocorrer nas normas internacionais de auditoria, especificamente no que toca às International Standards on Assurance Engagements (ISAE), que orientam e suportam o trabalho de assurance de relatórios neste domínio. Esta obra revela uma estrutura muito equilibrada e um desenvolvimento técnicoprático que constitui um contributo em muitos aspectos inovador face ao estádio ainda embrionário em que esta matéria se encontra no nosso país. Contributo que proporcionará aos gestores uma ajuda preciosa na optimização do processo de tomada de decisões e aos profissionais da contabilidade e da revisão/auditoria um auxiliar indispensável no desempenho das suas tarefas profissionais, à luz dos desenvolvimentos técnicos mais recentes verificados nesta matéria. A obra que agora se dáà estampa, que muito nos honrou prefaciar, revela grandes qualidades de inteligência, trabalho e perspicácia do seu autor, tornando-a de consulta imprescindível para todos aqueles que tenham de lidar com esta matéria, pelo que representa entre nós de referência inovadora para o conhecimento cientifico e segura para a prática profissional.

José Vieeira dos reis

Bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas

O autor

risk managementRui Beja Rui Manuel Monteiro de Oliveira Beja, nascido em Lisboa em 1944, é licenciado em Controlo Financeiro pelo Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa.É membro efectivo da Ordem dos Economistas, da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas e da Associação Portuguesa de Peritos Contabilistas, bem como Individual Member da GARP – Global Association of Risk Professionals e Individual Stakeholder da GRI – Global Reporting Initiative. Exerce actividade no âmbito da Revisão Oficial de Contas e da Consultoria de Gestão. Exerceu funções como Presidente do Conselho de Administração – Director Geral do Círculo de Leitores, entre Julho de 1992 e Dezembro de 2001. Ao longo de 30 anos esteve ligado a esta empresa editorial, subsidiária em Portugal da Bertelsmann, o maior grupo europeu de meios de comunicação. Tendo assumido as funções de Director Financeiro em 1971, exerceu posteriormente os cargos de Director Geral Adjunto, até ser nomeado como primeiro responsável pela gestão da empresa. Cumulativamente, exerceu a gerência de diversas afiliadas do grupo em Portugal, bem como a presidência do Conselho de Administração da Fundação Círculo de Leitores. Em razão da actividade desenvolvida neste grupo editorial, fez parte do “Núcleo de Consultores e Colaboradores Especiais” da “Notícias do Milénio” e, em 10 de Junho de 2002 foi agraciado pelo Presidente da República com o grau de Comendador da Ordem do Mérito. Defendeu como tese de licenciatura “O Controlo de Gestão em Unidades Comerciais de Venda Directa e por Catálogo” e publicou diversos artigos nas revistas “Contabilidade e Finanças” e “Revisores & Empresas”, versando as temáticas do planeamento e controlo de gestão, desenvolvimento sustentável e risk management. Apresentou comunicações em conferências e seminários promovidos pela Associação Portuguesa de Management, Universidade Lusófona, Hospitais, SA e Instituto de Estudos Avançados do IESC.


Instituto Português de Corporate Governance

Associação de direito privado, sem fins lucrativos

 

Instituto Português de Corporate Governance

 

Morada

Edifício Victoria

Av. da Liberdade, n.º 196, 6º andar

1250-147 Lisboa

Portugal

Informações

Tel./Fax: (+351) 21 317 40 09

E-mail geral: ipcg@cgov.pt

Skype: ipcg.portugal

Período de Funcionamento

Horário

10h00 - 13h00

14h00 - 18h00

Encerrado

Fins-de-semana e feriados