Notícias

Comparação salarial entre CEO e funcionários chega a Portugal

Diário Económico

O rácio de comparação entre os salários dos CEO das cotadas e o seu funcionário médio deverá ser uma realidade em Portugal. Depois de a norte-americana SEC ter estabelecido esta obrigatoriedade, o debate sobre a discrepância salarial entre funcionários de topo e os restantes, bem como a divulgação dessa diferença, tem estado vivo em toda a Europa. Por cá, não está prevista uma mexida na lei para o tornar obrigatório, mas o tema deverá vir a ser alvo de recomendações nos códigos de “corporate governance” existentes. Tal é admitido tanto pela CMVM como pelo Instituto Português de Corporate Governance (IPCG), autores dos dois códigos entre os quais as cotadas podem escolher como referência de boas práticas....Ver Mais »


Aposta em Investir

Expresso

O investimento é a única variável que possibilitará a evolução positiva do país, em termos de crescimento e de emprego sustentável.

Investimento nacional e estrangeiro; público e privado; mas sempre, bom investimento, ou seja, útil, eficiente, controlado, focado e dirigido para o desenvolvimento....Ver Mais »


Segurança Social e emprego

Jornal de Negócios

Segurança Social e emprego são duas áreas de grande preocupação na sociedade portuguesa. O emprego não é só uma fonte de rendimento individual e familiar.É um factor de equilíbrio emocional, auto-estima e inserção social. O desemprego é exactamente o oposto, constituindo a grande ameaça à estabilidade e equilíbrio das sociedades desenvolvidas....Ver Mais »


Empresas melhores

Jornal de Negócios online

Em todo o mundo, o cenário de 'corporate governance' está a mudar, com os esforços para melhorar as políticas e práticas de negócios a ganharem apoio e impulso.


A Teoria dos Cenários

Expresso

A teoria dos cenários foi uma ferramenta de planeamento estratégico muito popular nos anos 80, tendo, inclusive, algumas empresas de consultoria internacional desenvolvido modelos específicos para aplicação nos seus clientes de maior dimensão, prestígio e complexidade....Ver Mais »


O "day after"

Jornal de Negócios

A preparação e gestão de qualquer projecto apresenta um conjunto de características essenciais, de que se destacam: envolvem vários recursos – humanos, tecnológicos e financeiros; lidam com o futuro (que é sempre desconhecido); envolvem um risco (que por vezes é difícil de quantificar); e apresentam uma expectativa de resultado positivo que justifica o investimento – físico, emocional e financeiro, realizado....Ver Mais »


Os administradores não-executivos

Jornal de Negócios

Algumas declarações recentes de administradores não-executivos do grupo empresarial que se desagregou que "entravam mudos e saíam calados" e presidentes de comissões de auditoria que "não se aperceberam de nada" são devastadoras para a credibilidade e respeitabilidade das nossas empresas em termos de "corporate governance"....Ver Mais »


A sucessão nas empresas familiares

Jornal de Negócios

Apresentei, recentemente, no âmbito do IPCG - Instituto Português de Corporate Governance, uma conferência sobre os Desafios no Processo de Sucessão das Empresas Familiares, área a que tenho dedicado especial atenção, no âmbito académico e profissional....Ver Mais »


The Influence of Diversity on Boards on Profitability: an overview across Iberian Non-financial

Revista Corporate Ownership & Control

Resumo

In modern economies, the corporate governance principles have been understood as drivers that mitigate the risk derived from the existing gap between managerial practices and ownership structure. This research contributes to the literature review, analyzing the relationship between the board characteristics, audit firms, and a set of indicators taken as proxies of performance. Based on a dataset of 124 non-financial companies, a linear model was regressed. We found that some characteristics of board of directors significantly influence the companies’ performance. These new insights can also provide new guidelines for policy makers towards the establishment of new common rules and principles that accurately grant the efficiency of corporate governance mechanisms and ensure the desired international comparability….Ver Mais »


Nova Governação em Organizações Envelhecidas

Revista Start&Go

A temática da governação é absolutamente central no sucesso das organizações sendo um dos assuntos ao qual dedico uma boa parte do meu tempo, na medida em que muitas vezes é desprezado em prol de outros temas mais atrativos. Hoje gostaria de lhe dedicar aqui algumas linhas, relacionadas com a entrada de nova gestão em sociedades já existentes...Ver Mais »


Banca: após avalancha de leis pede-se síntese

Jornal Negócios Lex

As leis criadas nos últimos anos para travar as deficiências que levaram à crise do sistema financeiro mundial dizem que um [melhor governo das sociedades na banca] deve passar por uma renovação das chefias e uma nova geração de líderes. O advogado Paulo Câmara está de acordo...Ver Mais »


Na origem da indignidade: má 'corporate governance'. Sempre

Jornal Negócios

Este artigo é escrito por um imperativo de consciência.

Que me trará, certamente, muitos dissabores.

Foi espoletado por uma mensagem de um ex-colega de administração de uma empresa que anda, neste momento, nas primeiras páginas dos jornais, obviamente pelas más razões, e que rezava assim: "O trabalho dedicado, competente e honesto de toda uma geração foi para o lixo e … não passa nada! Triste mesmo!"....Ver Mais »


Mercado de Capitais e Corporate Governance

Revista Economia & Mercado

Todas as economias desenvolvidas têm um mercado de capitais com dimensão e capacidade de actuação que permita o financiamento da economia através de instrumentos financeiros variados, diferentes das fontes de financiamento bancário tradicionais. Não é, assim, de estranhar que Angola ambicione deter um mercado de capitais com estas características e que esteja a desenvolver os necessários esforços para alcançar esse objectivo....Ver Mais »


O corporate governance vive uma crise de identidade

"O corporate governance vive uma crise de identidade"

Jornal Negócios

Pedro Rebelo de Sousa explica os objectivos do curso para não executivos e sublinha que a credibilização vem do exercício das funções com competência e responsabilidade....Ver Mais »

'Não executivos têm de se afirmar pela competência'

Jornal Negócios

Luís Todo Bom diz que a primeira edição do programa avançado para administradores não executivos foi um sucesso....Ver Mais »


Erro humano

Diário de Notícias

Recentemente, um comentarista do Financial Times exprimia a sua perplexidade sobre o estrondoso "despiste" da Volkswagen no escândalo da falsificação de informação sobre as emissões poluentes nos EUA. Que, além do dano reputacional, já lhe custara cerca de 17 mil milhões de dólares só em multas e indemnizações. O autor confessava a dificuldade em perceber "porque fizeram isso", reconhecendo que o mal teria de ser procurado no governo empresarial e na cultura que o enforma, e acabava por concluir que um "pobre e irresponsável governo empresarial e incentivos curto prazistas para os gestores são tristemente frequentes. E há sempre dinheiro a ganhar torneando das regras”. …Ver Mais »


Grande Entrevista

Jornal Expansão

Luís Todo Bom | Gestor e Professor Universitário
“Sem melhores princípios de governo das empresas, a diversificação não vai ser um sucesso”. Gestor falou com o Expansão à margem da “Conferência Corporate Governance”, organizada pelo Banco Keve. Para o luso-angolano, o sucesso da diversificação da economia depende também da adopção de bons princípios de gestão das empresas. …Ver Mais »


Macau Corporate Governance Institute

No âmbito do programa de realização da primeira Assembleia Geral do Instituto de Corporate Governance de Macau, instituição com a qual o IPCG celebrou em finais de 2016 um protocolo de cooperação, constava uma intervenção de fundo, de carácter formativo, sobre a problemática do governo societário e as tendências de evolução que vem conhecendo nos últimos tempos, com particular destaque para o papel que cabe, no exercício das respectivas funções, aos membros do órgão de administração, tanto executivos, como não executivos. Coube esta última intervenção ao Dr. Pedro Rebelo de Sousa, Presidente do Conselho Geral do IPCG.


Corporate Governance na rede

O Instituto Português de Corporate Governance (IPCG) já tem um site na internet. Com o endereço cgov.pt, ”esta nova plataforma de comunicação permitirá aprofundar a reflexão/discussão entre os associados do Instituto e alargar as mesmas a todos quantos se interessem pela Corporate Governance”, afirma Manuel Alves Monteiro, Presidente do IPGC.


Mais corporate governance nos currículos do ISCTE

Foi assinado este mês um protocolo de cooperação entre o Instituto Português de Corporate Governance (IPCG) e a Escola de Gestão do Instituto Superior de Ciências do Trabalho (ISCTE), juntamente com a sua Business School, o INDEG/ISCTE (Instituto para o Desenvolvimento da Gestão Empresarial).


A corporate governance deixou de ser tabu

Pedro Rebelo de Sousa, director do recém criado Instituto Português de Corporate Governance, explicou à Impactus os objectivos deste organismo e defendeu este tema como sendo fundamental para a competitividade das empresas.


Corporate Governance na rede

O Instituto Português de Corporate Governance (IPCG) já tem um site na internet. Com o endereço cgov.pt, ”esta nova plataforma de comunicação permitirá aprofundar a reflexão/discussão entre os associados do Instituto e alargar as mesmas a todos quantos se interessem pela Corporate Governance”, afirma Manuel Alves Monteiro, Presidente do IPCG.


Instituto Português de Corporate Governance

O advogado Pedro Rebelo de Sousa, 'partner' da Simmons & Simmons Rebelo de Sousa, acaba de dinamizar a criação do Instituto Português de Corporate Governance (IPCG), que já tem nas suas fileiras cerca de 140 personalidades nacionais.


Instituto Português de Corporate Governance

Associação de direito privado, sem fins lucrativos

 

Instituto Português de Corporate Governance

 

Morada

Edifício Victoria

Av. da Liberdade, n.º 196, 6º andar

1250-147 Lisboa

Portugal

Informações

Tel.: (+351) 21 317 40 09

Fax: (+351) 21 936 28 23

Outros Contactos: Formulário Online

Skype: ipcg.portugal

Período de Funcionamento

Horário

09h00 - 13h00

14h00 - 18h00

Encerrado

Fins-de-semana e feriados